Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/13153
Título: A sexualidade na Bíblia
Outros títulos: morfologia e trajectórias
Autor: Mendonça, José Tolentino
Palavras-chave: Bíblia
Amor
Corpo
Sexualidade
Pessoa
Ética
Metáfora de Deus
Data: 2007
Editora: Universidade Católica Portuguesa. Faculdade de Teologia-Braga
Citação: Mendonça, José Tolentino – A sexualidade na Bíblia: morfologia e trajectórias. Theologica. Braga. ISSN 0872-234X. Nº 42 – 2ª série (2007) 237-248.
Relatório da Série N.º: 2.ª série;Fasc. 2
Resumo: A Bíblia não é um depósito de conceitos. A sua língua é predominantemente narrativa e poética. Quer dizer: aloja-se não na linearidade do que se define, mas na polissemia do símbolo; distancia-se do explicativo; narra, relata, adensa, adentra. Assim como a Bíblia não ambiciona falar do amor: enumera amadas e amantes, descreve gestos, refere exílios e avanços, perscruta intensidades. O texto bíblico sabe que «um corpo não deixa de ser um tecido narrativo». Os corpos são longos como histórias. São emaranhados de linguagem. «O que é o corpo de que falamos? Nós temos vários». O que é o corpo e como é entendida a sexualidade na Bíblia? E o amor? Procura-se aqui um esboço de resposta.
Peer review: no
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/13153
ISSN: 0872-234-X
Versão do Editor: tolentino mendonca <josetolentinomendonca@gmail.com>
Aparece nas colecções:RT - 2007 – vol. 042 – Fasc. 2

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
mendonca.pdf221,61 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.