Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/13120
Título: A adoração da Cruz na espiritualidade do Ocidente: «Ordines» inéditos da França meridional
Autor: Bragança, Joaquim de Oliveira
Data: 1975
Editora: Faculdade de Teologia da Universidade Católica Portuguesa
Citação: BRAGANÇA, Joaquim de Oliveira - A adoração da Cruz na espiritualidade do ocidente: "Ordines" inéditos da França meridional. Didaskalia. Lisboa. ISSN 0253-1674. 5:2 (1975) 255-281
Resumo: A partir da época carolíngia, novo tipo de eucologia surge no Ocidente, constituído por preces destinadas à adoração e contemplação do mistério da Cruz, algumas das quais atingem alto grau de elevação mística. Durante dois séculos, a grande maioria destas composições destinam-se à piedade particular e encontram-se nos livros de devoção. A partir do séc. XI, entram em definitivo nos livros litúrgicos. Algumas são simplesmente transferidas da devoção privada para o culto oficial; outras, adrede redigidas para os livros litúrgicos: pontificais, sacramentários, missais, rituais, etc. Tais composições revestem-se de excepcional valor para o conhecimento da teologia e espiritualidade do mistério pascal, tanto mais que na sua maior parte, se não mesmo todas, foram redigidas antes da floração da teologia Escolástica. Não será nunca possível uma síntese objectiva do pensamento ocidental sobre este ponto concreto e tão importante do mistério cristão, sem o estudo completo e sistemático destas composições. Elas exprimem, melhor que qualquer especulação orgânica, o sentir íntimo e profundo da alma medieval.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/13120
ISSN: 0253-1674
Aparece nas colecções:RD - 1975 - Vol. 005 - Fasc. 2

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
V00502-255-281.pdf659,88 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.