Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/12956
Título: The influence of Doing Business’institutional variables in Foreign Direct Investment
Autor: Olival, Andreia Isabel do Nascimento
Orientador: Correia, Isabel Horta
Palavras-chave: Foreign Direct Investment
Institutional Determinants
Doing Business
Investimento Directo Estrangeiro
Determinantes Institucionais
Data de Defesa: 3-Ago-2012
Resumo: The growing importance of institutions as a determinant of inward FDI has sparked interest in determining their relationship. In the present study, we intended to explore the relationship between the institutional variables of the Doing Business report and inward FDI. The main question is whether Doing Business indicators explain worldwide differences in FDI. Doing Business is an international report that describes the business environment in various countries, through quantitative and qualitative indicators of the functioning of representative institutions. Our analysis covers 33 advanced economies and 144 developing countries for the 2004-2009 periods. The major implication is that in general, a better rated business environment is more likely to attract greater amounts of FDI, especially in case of developing countries. Moreover institutional areas that are most likely to influence inward FDI are: starting a business, registering a property and trading across borders.
A crescente importância das instituições como factor da captação de IDE tem suscitado interesse na determinação da sua relação. No caso da presente análise, a relação que se pretende explorar é entre as variáveis institucionais do relatório Doing Business e o IDE realizado no interior de cada país. A principal questão é se o Doing Business explica as diferenças mundiais de IDE. O Doing Business é um relatório internacional que descreve o ambiente empresarial de diversos países, através de indicadores quantitativos e qualitativos representativos do funcionamento das instituições. A análise abrange 33 países desenvolvidos e 144 países em desenvolvimento para o período de 2004 a 2009. A grande conclusão é que, em geral, um país classificado de um melhor ambiente empresarial está mais susceptível de atrair maiores montantes de IDE, especialmente no caso dos países em vias de desenvolvimento. Além disso, as áreas institucionais que mais influenciam o montante de IDE são: abrir uma empresa, registar um imóvel e comércio com o exterior.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/12956
Aparece nas colecções:R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
FCEE - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Master thesis _AndreiaOlival_ 152208004 (August2012).pdf1,23 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.