Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/12762
Título: “Tempo de judeus e mouros”: quadros da relação entre judeus e muçulmanos no horizonte português (séculos XVI e XVII)
Autor: Tavim, José Alberto Rodrigues da Silva
Palavras-chave: Judeus
Muçulmanos
Convertidos
Infiéis
Sintonia étnico ‑religiosa
Estatutos de Pureza de Sangue
Jews
Muslims
converted
infidels
socio‑religious proximity
«Estatutos de Pureza de Sangue»
Data: 2013
Editora: Centro de Estudos de História Religiosa - Universidade Católica Portuguesa
Citação: TAVIM, José Alberto Rodrigues da Silva – “Tempo de judeus e mouros”: quadros da relação entre judeus e muçulmanos no horizonte português (séculos XVI e XVII). Lusitania Sacra. Lisboa. ISSN 0076-1508. 2ª S. 27 (Jan. - Jun. 2013) 59‑79
Resumo: Neste artigo refletimos sobre os contextos sociais e religiosos que predispuseram judeus e muçulmanos convertidos ao Catolicismo, em Portugal, quer a um progressivo distanciamento da sociedade cristã envolvente, quer a uma aproximação que resultou desse isolamento e de premissas sobre uma maior sintonia étnico‑religiosa. A indecisão denotada por parte de alguns cristãos na captação da imagem de alguns judeus norte‑africanos, do ponto de vista sócio‑religioso, deve ser entendida no quadro da evolução dos pressupostos essencialistas da época em relação aos outros não‑cristãos, sobretudo aos designados infiéis, na realidade consagrados nos chamados Estatutos de Pureza de Sangue.
In this article we aim to reflect on the religious and social context that predisposed Jews and Muslims converted to Catholicism in Portugal towards a progressive detachment from the involving Christian Society and towards an inter‑approximation, which was consequence both of that isolation and of premises on a more important ethnical and religious proximity. The indecision shown by some Christians to clearly identify the image of north‑Africa Jews, from a social and religious point of view, must be considered in the context of the essentialist assumptions of that period towards the non‑Christians, especially concerning the Infidels, institutionally consecrated in the so‑called “Estatutos de Pureza de Sangue”.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/12762
ISSN: 0076-1508
Aparece nas colecções:RLS - Tomo 027 (2013)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
LS_2013(27)_59-79.pdf263,33 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.