Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/12647
Título: Controvérsias do ensaio experimental clínico sobre DTM
Autor: Fernandes, Catarina Rodrigues
Orientador: Leitão, Jorge
Ribeiro, Octávio
Palavras-chave: Disfunção Temporomandibular
Mialgia dos músculos da mastigação
placas de relaxamento muscular
dificuldades do ensaio experimental
temporomandibular disorder
masticatory muscle disorders
muscle relaxation
splint therapy
difficulties of experimental trial
Data de Defesa: Out-2012
Resumo: Introdução: A disfunção temporomandibular é uma designação que abrange vários problemas clínicos envolvendo a musculatura mastigatória, a ATM e as estruturas associadas a ambos. Este trabalho pretende realizar uma abordagem histórica, definindo e clarificando definições, terminologias e índices mais utilizados, em investigação na Oclusão. Por fim, realizar uma revisão bibliográfica apoiada num grupo de casos sobre a investigação em si, ou seja, limitações dos estudos e dificuldades da investigação em Oclusão. Metodologia: Realizámos um estudo observacional longitudinal em que avaliámos uma amostra de 87 pacientes consultados na Clínica Universitária da UCP-Viseu e na Clínica Médica Corpus Dental, com idade entre os 20 e 70 anos. Cerca de 43,7% dos indivíduos pertenciam ao género masculino e 56,3% ao feminino. Estes foram sujeitos ao inquérito Índice RDC/TMD (“Research Diagnostic Criteria for Temporomandibular disorders”) eixo I. No final analisámos as dificuldades e limitações do estudo, produzindo uma lista que pode auxiliar futuros estudos. Resultados: A dor orofacial foi referida por 43,7% da amostra, sendo 32,2% indivíduos do género feminino. Dos pacientes com dor orofacial 73,7% apresentava dor á palpação muscular, e 42,1% foi diagnosticada com mialgia dos músculos da mastigação. Destes 81,3% foram sujeitos a tratamento com placas de relaxamento muscular, dos quais 68,8% afirmaram no final deste estudo, estar satisfeitos com o tratamento. Conclusões: De modo a minimizar a controvérsia dos estudos sobre DTM, dificuldades e limitações, é importante que este obedeça a um conjunto de características como existência de um grupo controle e homogeneidade da amostra, que deve ser grande e significativa. Apesar de serem necessários mais estudos com uma amostra maior, concluímos que uma parte significativa da população sofre de sintomas dolorosos na face, e que as placas de relaxamento muscular contribuem para a remissão do sintoma.
Introduction: The temporomandibular joint dysfunction is a term that encompasses many clínical problems involving the masticatory muscles, the TMJ and associated structures. This work intends to conduct a historical approach, defining and clarifying definitions, terminologies and indexes used in occlusion’s research. Finally, conduct a literature review supported by a group of cases about the investigation itself, limitations of the studies and specific difficulties of research in Occlusion. Methods: We conducted a longitudinal study in which we evaluated a sample of 87 patients consulted in the University Clinic of UCP-Viseu and in the Medical Clinic Corpus Dental, aged between 20 and 70 years. Approximately 43,7% of the individuals were males and 56,3% were females. These were both under investigation Index RDC/TMC (“Research Diagnostic Criteria for Temporomandibular Disorders”) Axis I. In the end of the study, we analyze the difficulties and limitations, producing a checklist to future studies. Results: The orofacial pain was reported by 43,7% of the sample, which 32,2% of individuals were females. Of patients with orofacial pain 73,7% had pain during muscle’s palpation, and 42,1% were diagnosed with masticatory muscle disorders. 81,3% of these were subjected to a muscle relaxation splint therapy, of which 68,8% reported at the end of this study, being satisfied with the treatment. Conclusions: In order to minimize controversy studies of TMD, difficulties and limitations, it is important that obey a set of characteristics: the existence of a control group, sample homogeneity, which should be large. Although further studies are needed with a larger sample, we conclude that a significant part of the population suffers from painful symptoms in the face, and that muscle relaxation splint therapy contributing to the symptom remission.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/12647
Aparece nas colecções:DCSV - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
tese finalissima.pdf1,06 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.