Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/12619
Título: Do AD HOC a um modelo de supervisão clínica em enfermagem em uso
Autor: Cruz, Sandra Sílvia Monteiro Santos
Orientador: Sousa, Paulino
Palavras-chave: Modelo de Supervisão Clínica em Enfermagem
Conceção de Cuidados
Exercício Profissiona
Supervisão Clínica
Tradução
Adaptação Cultural eValidação da Manchester Clinical Supervision Scale®
Clinical Supervision Model in Nursing
Conception of Care
Conception of Care Practice
Clinical Supervision
Translation
Cultural Adaptation and Validation of the Manchester Clinical Supervision Scale®.
Data de Defesa: 2013
Resumo: A tese que se apresenta neste relatório centrou-se no domínio da supervisão clínica em enfermagem (SCE), tomando por objeto de estudo o desenvolvimento de um modelo de SCE que permita responder às exigências do exercício profissional dos enfermeiros, contribuindo para a melhoria da qualidade da sua prática profissional. Emergiu de um percurso de investigação-ação que decorreu no Centro Hospitalar do Médio Ave E.P.E (CHMA), designadamente nas unidades de internamento de Medicina, Obstetrícia e Ginecologia/Bloco de Partos e Pediatria durante cerca de quatro anos, onde se concretizou uma trajetória de mudança. Englobou também um estudo metodológico realizado na Unidade Local de Saúde de Matosinhos E.P.E. (ULSM), de tradução, adaptação cultural e validação de um instrumento que avalia a eficiência e a eficácia da SCE disponibilizada – a Manchester Clinical Supervision Scale® (MCSS®). O paradigma de investigação construtivista alicerçou o desenvolvimento de um modelo de SCE cuja utilidade prática foi evidente no contexto da ação. O seu desenvolvimento visou, essencialmente, os seguintes propósitos: descrever necessidades e resultados sensíveis ao modelo a diferentes níveis e identificar os atores, o processo e as estratégias a utilizar em SCE, tendo como desiderato não só a melhoria contínua da qualidade em supervisão mas também a melhoria contínua da qualidade do exercício profissional dos enfermeiros. O Modelo de Supervisão Clínica em Enfermagem Contextualizado (MSCEC) constitui o contributo principal deste estudo para o conhecimento da disciplina, particularmente no que se refere à identificação e clarificação dos seus eixos (conceção de cuidados, exercício profissional e supervisão) e às relações que se estabelecem entre os intervenientes que atuam no eixo da conceção dos cuidados, do exercício profissional e da supervisão e que possibilitam a retroalimentação do próprio modelo, permitindo que este não se esgote em si mesmo, dada a riqueza de situações que emergem da prática clínica e os desafios em que consistem para todos. O percurso de desenvolvimento do MSCEC consistiu numa iniciativa inovadora, dada a ausência de tradição em SCE e a escassez de estudos neste âmbito no nosso país, nãobstante, não se ter tornado impeditivo da sua realização, pela visão de futuro de todos com quem, por esta via, tivemos a oportunidade de trabalhar e de evoluir do ‘ad hoc a um modelo de SCE em uso’.
The thesis presented in this report focused on the area of clinical supervision in nursing taking as a study object the development of a clinical supervision model in nursing which allows the improvement of the quality of nurses’ professional practice. It emerged from an action - research that took place at the Médio Ave Hospital Center (CHMA), particularly in inpatient units of Medicine, Obstetrics/Delivery Room/Gynecology and Pediatrics for about four years, where a cycle of change took place. We also carried out a methodological study conducted at Matosinhos Local Health Unit (ULSM) for the translation, cultural adaptation and validation of the Manchester Clinical Supervision Scale ® (MCSS ®). A constructivist research paradigm was adopted to develop a clinical supervision model in nursing whose usefulness was evident in the context of action. Its development mainly aimed the following purposes: to describe the needs and supervision sensitive outcomes which result from the model at different levels as well as to identify the actors, the process and the strategies to be used in clinical supervision in nursing, having as desideratum not only the continuous quality improvement in supervision, but also the continuous quality improvement of nurses’ professional practice. The Clinical Supervision Contextualized Model in Nursing constitutes the main contribution of this study to the knowledge of the nursing field, particularly wich regards to the identification and clarification of its axes (conception of care, professional practice and supervision) and the relationships established among the actors working on those axes and the feedback that supplies the model itself, allowing that it does not end in itself, given the wealth of situations that arise in clinical practice and the challenges they consist for all. The development path of the Clinical Supervision Contextualized Model in Nursing consisted in a groundbreaking initiative, given the lack of tradition in clinical supervision in nursing and the scarcity of studies in this field in our country. However, it did not become an obstacle to its achievement because of the vision of all who, this way, had the opportunity to work and evolve from ‘ad hoc to a clinical supervision model in use'.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/12619
Aparece nas colecções:R - Teses de Doutoramento / Doctoral Theses
ICS(P) - Teses de Doutoramento / Doctoral Theses

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese Sandra Cruz_Doc único.pdf18,02 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.