Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/12544
Título: Escala de Sobrecarga de Luto Profissional (SLP): construção e validação
Outros títulos: Overload Professional Grief Scale (SLP): construction and validation
Autor: Gama, Georgiana Marques da
Barbosa, Filipe
Vieira, Margarida
Palavras-chave: Luto
Validação
Escala
Enfermeiro
grief
validation
scale
nurse
Data: 2011
Editora: UCEditora
Citação: GAMA, Georgiana Marques da; BARBOSA, Filipe; VIEIRA, Margarida – Escala de Sobrecarga de Luto Profissional (SLP): construção e validação = Overload Professional Grief Scale (SLP): construction and validation. Cadernos de Saúde. Lisboa. ISSN 1647-0559. 4:2 (2011) 57-64
Resumo: A prática dos profissionais de saúde em contexto clínico pode desencadear sobrecargas diversas que, por vezes, conduzem a quadros de burnout ou fadiga de compaixão. No entanto, a exposição à morte e a perdas repetidas pode condicionar um tipo de sofrimento que designámos de sobrecarga de luto profissional ou luto insulado. Objectivo: Construção e validação da Escala de Sobrecarga Luto Profissional (SLP) que procura avaliar a intensidade do “luto insulado” em profissionais de saúde expostos a mortes frequentes. Método: Amostra de 360 enfermeiros (taxa de resposta de 70.6% da totalidade de enfermeiros) dos serviços de medicina interna, oncologia, hematologia e cuidados paliativos de cinco instituições de saúde do Distrito de Lisboa. Resultados: Da análise factorial de componentes principais resultaram quatro factores multidimensionais do luto: F1 – confinamento atormentado; F2 – esforço emocional no cuidar; F3 – perda nostálgica; F4 – partilha incompreendida. Para além de uma boa consistência interna (alpha de Cronbach. 81) a SLP revelou uma boa validade de constructo, convergente e discriminativo. Conclusão: A SLP evidenciou boas características psicométricas considerando -se útil para expandir as possibilidades de avaliação das consequências da sobrecarga por perdas em profissionais de saúde, constituindo - se num novo instrumento disponível para o estudo do luto profissional.
The practice of health professionals in the clinical setting can trigger several overloads that sometimes lead to staff burnout or compassion fatigue. However exposure to death and repeated losses may make a kind of suffering that we have designated overload of professional grief. Objective: Development and validation of a Scale of Overload Professional Grief (SLP) that seeks to assess the intensity of the overload of professional grief or “insulated grief” in healthcare workers exposed to frequent deaths. Method: A sample of 360 nurses (response rate of 70.6% of all nurses) from services of internal medicine, oncology, hematology and palliative care of five health institutions in the district of Lisbon. Results: Principal components factor analysis resulted in four multidimensional factors of grief: F1 – tormented confinement; F2 – emotional stress in care; F3 – nostalgic loss, F4 – misunderstood sharing. In addition to good internal consistency (Cronbach’s alpha. 81), SLP showed good construct, convergent, discriminative validity. Conclusion: The SLP showed good psychometric characteristics considered to be useful to expand the possibilities of assessing the impact of losses on overload of health professionals, becoming a new tool available for the study of professional grief.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/12544
ISSN: 1647-0559
Aparece nas colecções:RCS - 2011 - Vol. 004 - Nº 02

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
CSaude_4-2 (6).pdf173,23 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.