Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/12071
Título: Os social media e o marketing político em Portugal : a utilização do Facebook e do Twitter pelas principais forças políticas durante as eleições legislativas portuguesas de 2011
Autor: Graça, Sofia Maria de Matos
Orientador: Andrade, António Manuel Valente de
Palavras-chave: Social Media
Marketing Político
Redes Sociais
Blogues
Micro blogues
Web
Political Marketing
Social Networks
Blogs
Micro Blogs
Data de Defesa: 7-Dez-2011
Resumo: Recentemente, com o desenvolvimento da Internet e o aparecimento de um conjunto de ferramentas que emergiram com a chamada Web 2.0 (blogues, redes sociais, podcasts, content communities, wikis, entre outras), a interacção e envolvimento online entre pessoas e entidades foi levada a uma escala sem precedentes, para a qual também contribuem outros factores como a massificação da Internet e das comunicações mais baratas e desenvolvimento das tecnologias móveis e wireless. Entretanto, as instituições políticas passaram a apostar, cada vez mais, no Marketing Político relacional, procurando definir estratégias coerentes e de longo prazo na abordagem aos cidadãos. E, se num passado recente, recorriam, sobretudo, aos tradicionais meios offline, cada vez mais, apostam também nas ferramentas online e, em particular, nos Social Media. Como refere Qualman (2008), devido à capacidade efectiva de atingir vastas camadas da população, o Social Media tornou-se uma estratégia de marketing muito relevante para indivíduos, empresas e organizações de qualquer dimensão. Decorrente desta utilização, colocam-se também questões relacionadas com a forma de medir a eficácia destas ferramentas. Este Estudo de Caso pretende fazer uma análise sobre a forma de utilização dos Social Media pelas principais organizações políticas portuguesas. Para focar a nossa análise, seleccionámos duas ferramentas de sucesso mundial – Facebook e Twitter – e as cinco principais organizações partidárias nacionais com representação no Parlamento (PS, PSD, CDS/PP, CDU e BE), bem como a Presidência da República Portuguesa. E seleccionámos um conjunto de dimensões relacionadas com as métricas específicas de Social Media. Com base neste estudo, concluímos que esta utilização ainda não é homogénea entre todas as entidades e que há alguns caminhos a percorrer, nomeadamente para potenciar uma maior interacção e um envolvimento efectivo com os cidadãos.
Recently, the development of the Internet and the creation of a set of tools that have emerged with the so-called Web 2.0 - blogs, social networks, podcasts, content communities, wikis, etc. - have taken the online interaction and involvement between individuals to an unprecedented scale. Some other factors also contributed to this phenomenon as the popularization of the Internet, the cheaper communications and the development of mobile and wireless technologies. In the meantime, political institutions invested increasingly in Political Marketing, seeking to define coherent strategies and long-term approaches to citizens. If in the recent past the political parties relied mainly on traditional offline media, these institutions are increasingly using the online tools, particularly the Social Media. As Qualman stated (2008), due to the ability to achieve effective large sections of the population, Social Media has become a very important marketing strategy for individuals, businesses and organizations of any size. Resulting from this increased use, there are some questions related with how to measure the effectiveness of these tools. This case study aims to do an analysis on how the main Portuguese political organizations are using the Social Media. To focus this analysis, we selected two worldwide success tools - Facebook and Twitter - and the five major party organizations with representation in the Portuguese Parliament (PS, PSD, CDS / PP, CDU and BE) and the Presidency of the Portuguese Republic. Then, we selected a set of dimensions related with the Social Media metrics. Based on this study, we conclude that the use of Social Media tools is not uniform among all the entities and that there are some areas to improve, especially to enhance greater interaction and effective engagement with citizens.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/12071
Aparece nas colecções:R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
FEG - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação MSc Marketing-Sofia Graça-Social Media e Mkt Politico-Dez.2011.pdf11,98 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.