Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/12058
Título: Avaliação da leitura em alunos do 3º e 4º ano de escolaridade : comparação dos desempenhos em função da tarefa usada e sua relação com desempenho escolar a língua portuguesa
Autor: Gonçalves, Elisabete Maria da Cunha de Sousa
Orientador: Miranda, Lúcia do Rosário Cerqueira de
Palavras-chave: Leitura
Avaliação
Rendimento Escolar
Ensino Básico
Reading
Assessment
Achievement
Elementary Education
Data de Defesa: 2012
Resumo: De acordo com as estatísticas oficiais do Ministério da Educação, em Portugal a leitura tem vindo a evoluir notavelmente. Porém, ainda nos encontramos entre os Países da Europa com maiores taxas de analfabetismo. A leitura tem um importante papel em todas as sociedades desenvolvidas ou em vias de desenvolvimento, assumindo-se como um importante meio de comunicação, permitindo, igualmente, uma maior autonomia dos cidadãos. Diferentes são os pontos de vista dos investigadores nesta área relativamente ao conceito e aos modelos mais eficazes para explicar este processo complexo que é ler, bem como, que e quais os processos mentais implicados na mesma. Com este estudo procuramos dar um modesto contributo para a discussão da relação entre leitura e o rendimento escolar a Língua Portuguesa em alunos do 3º e 4º ano de escolaridade do 1º ciclo do Ensino Básico. Assim, foi nosso objetivo identificar as relações entre o desempenho dos alunos em diferentes tarefas de leitura, o nível cognitivo e o desempenho escolar dos referidos alunos e, ainda, identificar qual a tarefa usada para avaliar a compreensão leitora que se apresenta como melhor preditor do rendimento escolar a Língua Portuguesa. Neste estudo, participaram 94 alunos, dos quais 56 pertenciam ao 3º ano de escolaridade e 38 ao 4º ano de escolaridade do 1º ciclo do Ensino Básico, de um centro escolar do concelho de Vila Verde, distrito de Braga, com uma média de idades de 8, 8 anos. Os instrumentos utilizados para a realização deste estudo, foram as Matrizes Progressivas Coloridas de Raven (Raven, 1947; Simões, 2000), o Teste de Idade de Leitura (Sucena & Castro, 2008) (TIL), e dois exercícios elaborados para o efeito: um exercício de lacunas e um exercício de interpretação, e o rendimento escolar no final do período dos alunos a Língua Portuguesa. De um modo geral, os alunos do 4º ano obtiveram melhores médias nas provas do que os discentes do 3º ano. Relativamente aos resultados das correlações entre as variáveis, assumem significado estatístico com p≤0,01, registando-se as maiores correlações entre o TIL e a prova de lacunas (r=0,60) e, entre o TIL e o rendimento escolar a Língua Portuguesa (r=0,58). Os resultados da regressão sugerem que o preditor TIL explica 32 % da variância total da variável dependente (rendimento escolar a Língua Portuguesa) e que a prova de lacunas explica apenas 5% da variabilidade do rendimento escolar a Língua Portuguesa, finalmente, no seu conjunto estas duas variáveis explicam 37% da variância da variável dependente.
According to the official statistics of the Ministry of Education in Portugal, reading has evolved remarkably but we still have, among the European countries, the highest illiteracy rate. Reading plays an important role in all developed societies or societies in progress, being an important mean of communication, allowing greater autonomy for all citizens. Investigators share different points of view in this area, in relation to the concepts and the more effective models to explain the complex process that is reading as well the mental process implied in it. This study tries to give a modest contribute to the discussion of the relationship between reading and academic performance in Portuguese Language with third and fourth grade students. Our goal lied in identifying the relation between student performance in different reading tasks, their cognitive level and academic performance in class and also identifies which task used to assess reading comprehension presented itself as the best predictor for academic achievement in Portuguese Language. This study involved 94 students, 56 belonging to the third grade and 38 to the fourth who attend a elementary school in Vila Verde, Braga, with an average age ranging between 8, 8 years. The instruments used were “Matrizes Progressivas Coloridas de Raven (1947; Simões (2000), o Teste de Idade de Leitura (Sucena & Castro, 2008 (TIL), and two exercises specifically designed for this study: a fill in the gap exercise and a comprehensive exercise. The academic achievement at the end of the year. In general, students in the 4th year had better averages on tests than students of the 3rd year. Regarding the results of the correlations between variables these assume statistical significance at p ≤ 0.01, registering the highest correlations between TIL and evidence gaps (r = 0.60) and between TIL and performance in Portuguese Language (r = 0.58). The regression results suggest that TIL predictor explains 32% of the total variance of the dependent variable (academic performance in Portuguese language) and that evidence of gaps explains only 5% of the variability of the performance in Portuguese language, finally, as a whole these two variables explained 37% of variance in the dependent variable.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/12058
Aparece nas colecções:R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
FCS - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Elisabete tese final.pdf840,39 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.