Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/10930
Título: Pais - filho : As condicionantes da ligação
Autor: Zeferino, Lina Maria Reis da Silva
Orientador: Vieira, Margarida
Alegre, Conceição
Data de Defesa: 10-Jan-2013
Resumo: A ligação pais-filho é reconhecida como um foco de enfermagem e consequentemente o aspecto central deste estudo, dado que influencia directamente o exercício parental, interferindo de forma significativa com o desenvolvimento da criança. Assim, é papel do enfermeiro facilitar e promover a ligação entre os cuidadores e a criança, de modo a promover o seu desenvolvimento adequado, o que só é possível quando se conhece profundamente o fenómeno. Esta dissertação toma assim por objecto de estudo a problemática das condicionantes da ligação pais-filho, no contexto de internamento numa Unidade de Cuidados Intensivos ao Recém-nascido. Trata-se de um estudo multi-casos, qualitativo, que seguiu os pressupostos da grounded theory para a análise dos resultados obtidos, permitindo-nos identificar os comportamentos parentais na ligação ao seu filho e caracterizar, do ponto de vista dos pais, os condicionantes dessa ligação, durante o internamento relativamente às características ambientais, do bebé, dos profissionais e outros aspectos relevantes. Para o fazer, utilizámos alguns métodos de colheita de informação, a observação participante, a entrevista e a consulta do processo clinico. Os participantes foram 4 pais e 4 mães de recémnascidos, internados na Unidade de Cuidados Intensivos ao Recém-nascido, da Maternidade Dr. Alfredo da Costa. De acordo com os resultados obtidos, concluímos que a ligação pais-filho diz respeito a um processo que sofre evolução ao longo do tempo de internamento e é influenciado por aspectos e momentos significativos, nomeadamente a gravidez, a vivência do internamento e a transferência para a Unidade de Cuidados Intermédios. Este processo implica ainda envolvimento, compromisso e reciprocidade, os quais também sofrem evolução ao longo do tempo e a influência de vários aspectos e momentos da sua vivência. De salientar ainda os aspectos que se prendem com a necessidade constante de envolvimento dos pais nos cuidados, de uma relação de confiança entre pais e os profissionais e de uma comunicação clara e adequada às suas necessidades. Toda a ligação sofre ainda influência do contexto hospitalar e do contexto sociocultural, sendo vivido a nível individual do pai/mãe e ao nível do casal. Concluímos que este processo é complexo e multifactorial. Apenas o seu conhecimento em profundidade irá permitir desenvolver estratégias adequadas atendendo às expectativas e necessidades dos pais, com vista à promoção de um desenvolvimento saudável e adequado da criança através de práticas parentais favoráveis.
The parent-child connection is recognized as a focus of nursing and it is the central aspect of this study, since it directly influences the parental exercise, significantly interfering with the child’s development. Therefore, the nurse’s role is also to facilitate and promote the link between caregivers and the child, in order to promote their right development, which is only possible when the phenomenon is well and deeply known. The analysis of all the problems which affects the parent-child bond, in the context of a hospital Intensive Care Unit Newborn, is the object of study of this work. This is a qualitative multi-case study, which followed the grounded theory assumptions for the analysis of the results, allowing us to identify the behaviors which revealed the connection or the lack of it and also to characterize – according to the parents’ point of view - all the factors which influence the connection with their child all along the hospitalization period taking into account all the environmental characteristics, the baby, the professionals and other important aspects that they considered relevant. To do this, we used some methods of information collecting methods: the participant observation, the interviews and clinical process consultation. The participants were four fathers and four mothers of newborns with 28 weeks gestation or more and 900g or more, admitted in the Maternity Dr. Alfredo da Costa Intensive Care Unit Newborn. According to the results, we concluded that the parent-child bond concerns a process which is always in evolution over time of admission and it is influenced by aspects and significant moments, such as the pregnancy, the hospitalization experience and later on the moving to the Unit Intermediate Care. This process also means commitment, compromise and reciprocity, which also reveal changes over time and influence of different aspects and stages of their existence. We must underline and point out those aspects which are related with the need of constant parental involvement in the care of their children, or the need of relationship of trust between parents and professionals and also the need of a clear and suitable communication to their needs. We should also mention that the hospital and the sociocultural environment lived either as individual father / mother or as a couple influences the parent-child bond. We concluded that this is a complex process, with a lot of multifactors. Only when it is deeply known allows us to develop appropriate strategies according to the parents’ expectations and needs, in order to promote a child’s healthy and suitable development through positive parenting practices
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/10930
Aparece nas colecções:R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
ICS(L) - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação Pais-filho, as condicionantes da ligação.pdf884,71 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.