Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/10893
Título: Satisfação profissional dos enfermeiros de uma unidade de cuidados intensivos
Autor: Rodrigues, Inês Garcia
Orientador: Vieira, Margarida
Nunes, Elisabete
Palavras-chave: Satisfação profissional
Enfermagem
Unidade de Cuidados Intensivos
Professional Satisfaction
Nursing
Intensive Care Unit
Data de Defesa: 10-Jan-2013
Resumo: O tema da satisfação profissional tem sido objecto de investigação ao longo das últimas décadas. Entendida como uma atitude que pode ser verbalizada e medida através de opiniões, é um importante indicador do clima organizacional, relacionada com a qualidade e a produtividade das organizações. Com base numa amostra de 57 enfermeiros de uma Unidade de Cuidados Intensivos, este estudo descritivo tem como objectivo principal determinar quais as dimensões que mais contribuem para a satisfação, adaptando um instrumento de diagnóstico útil, que possa proporcionar uma melhoria da satisfação destes profissionais e um incremento na qualidade dos cuidados prestados. Uma pessoa satisfeita é mais produtiva e, neste sentido, a prestação de cuidados de qualidade pressupõe profissionais satisfeitos. Para responder a este objectivo, utilizou-se o instrumento criado por Luís Graça (1999), A Satisfação Profissional dos Profissionais de Saúde nos Centros de Saúde, adaptado a uma população de meio hospitalar e que determina a satisfação com base num modelo de discrepância entre as expectativas e as recompensas percebidas pelo trabalhador. Com recurso a técnicas da estatística descritiva e inferencial, concluiu-se que os enfermeiros estudados não estão globalmente satisfeitos nem globalmente insatisfeitos, mas é ao nível das dimensões relação profissional/utente, relações de trabalho & suporte social e status e prestigio que eles estão mais satisfeitos. Na sua relação com os factores sociodemográficos verificou-se que a idade, a antiguidade na profissão, o estado civil, habilitações académicas e a situação no emprego têm influência sobre satisfação profissional. Concluiu-se, também, que os enfermeiros manifestam intenções comportamentais que predizem fenómenos de turnover ou absentismo
The subject of professional satisfaction has been the object of extensive investigation through the last decades. Seen as an attitude that can be verbalized and measured through opinions, it is an important indicator of organizational climate, related to quality and productivity in organizations. Based on a test sample of 57 nurses belonging to an Intensive Care Unit, this descriptive study has as its main aim to determine what factors contribute the most for the desired satisfaction, adapting a useful diagnostic tool, which allows a significant improvement in health care services, assuming that a satisfied person is more productive. To achieve this goal, we used the tool crated by Luis Graça (1999), A Satisfação Profissional dos Profissionais de Saúde nos Centros de Saúde, adapted to a population of hospital environment that determines the satisfaction based on a model of discrepancy between expectations and actual rewards of each worker. Relying on description and inferential statistics, it was concluded that the nurses that belong to the test sample are not particularly satisfied neither dissatisfied professionally, however, it is in relationship between satisfaction dimensions worker/patient relationship, work/social support, status & prestige that they are most pleased. In regards to social and demographic factors, it was concluded that age, years of service, marital status, academic achievements, and current employment status have the most influence in professional satisfaction. It was also concluded that nurses tend to manifest intentions in behavior such has turnover and absenteeism.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/10893
Aparece nas colecções:R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
ICS(L) - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
satisfacao profissional dos enfermeiros de uma unidade de cuidados intensivos.pdf2,1 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.