Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/10890
Título: O sucesso escolar começa em casa : entre a escola e a vida, contextos de aprendizagem matemática
Autor: Peres, Maria João Carrilho Vitória
Orientador: Baptista, Isabel Maria de Carvalho
Dias, Pedro Miguel Brito da Silva
Palavras-chave: Matemática
Pedagogia Social
Aprendizagem Informal
Família
Mathematics
Social Pedagogy
Informal Learning
Family
Data de Defesa: 2013
Resumo: Estruturante do pensamento complexo, a literacia matemática é fator de progresso individual e coletivo no século XXI e as dimensões não escolares da aprendizagem são nucleares na construção de respostas educativas idiossincráticas e pertinentes, num quadro de responsabilidade coletiva do sucesso educativo/escolar em matemática. Assumindo como referente teórico o quadro matricial da Aprendizagem ao Longo da Vida perspetivado à luz da Pedagogia Social, e partindo do pressuposto que a promoção do sucesso escolar em matemática passa pela convergência de sinergias entre as dimensões formal, não-formal e informal da aprendizagem, desenvolveu-se um estudo empírico no sentido de averiguar se existe reconhecimento/valorização das dimensões não-formal e informal da aprendizagem em matemática por parte dos atores educativos mais diretos (escola, professores, famílias). Tendo como população-alvo os docentes e encarregados de educação dos alunos a frequentar o 1º ciclo do Ensino Básico no Agrupamento de Escolas de Águas Santas em 2010/2011, o percurso metodológico desenvolveu-se em torno de três etapas: (a) recolha dos dados documentais para identificação de contextos não-formais e informais de aprendizagem; (b) construção, validação e aplicação de uma escala de atitudes face à matemática para adultos, para caracterização das atitudes dos encarregados de educação; (c) realização de entrevistas a professores e encarregados de educação, conduzidas com base em grelhas de repertório, para caracterização da perceção do papel da matemática no conjunto das aprendizagens escolares. Os resultados obtidos sugerem que a promoção de contextos de aprendizagem não-formal e informal em matemática foi reduzida e ocorreu mais por iniciativa individual do que institucional. Não é evidente o reconhecimento/valorização das dimensões não formal e informal da aprendizagem matemática por parte dos adultos inquiridos. Os encarregados de educação manifestaram uma atitude globalmente favorável face à matemática, com predominância de experiências anteriores positivas e reconhecimento do valor intrínseco da matemática. Professores e encarregados de educação evidenciaram uma conceção das aprendizagens escolares estruturada em torno de dois eixos organizadores, opondo disciplinas estruturantes – de enriquecimento e disciplinas científicas – humanísticas; nesta representação, a matemática definiu-se como disciplina científica estruturante. Entre os dois grupos emergiu ainda uma dualidade representacional assinalável: a aparente fusão, por parte dos professores, entre espaço escolar e espaço de vida, e a distinção clara entre estes dois contextos vivenciais por parte dos pais. Os resultados obtidos suscitam reflexão ao nível da formação de professores, do envolvimento parental no processo de aprendizagem e da relação escola-família no contexto das dimensões não formal e informal da aprendizagem.
A structuring foundation of complex thinking, mathematical literacy is also a factor of individual and collective progress in the XXI century and, in a context of collective responsibility, out-of-school learning is nuclear when building idiosyncratic and relevant educational responses to school success in mathematics. Within a theoretical framework of Lifelong Learning and a Social Pedagogy background, assuming that promoting school success in mathematics involves the convergence of synergies between formal, non-formal and informal dimensions of learning, we developed an empirical study in order to ascertain whether direct educational actors (schools, teachers, families) recognize and/or value both non-formal and informal dimensions of learning in mathematics. The target population included teachers and parents of students attending grades 1-4 in the Group of Schools of Águas Santas, Maia, Portugal, in 2010/2011. The methodological design followed three steps: (a) collecting documentary data for identification of non-formal and informal learning contexts provided by the schools, (b) construction, validation and application of an adults’ attitudes inventory, to characterize parents’ attitudes towards mathematics, and (c) interviews with teachers and parents, based on repertory grids, to characterize their perception of the role of mathematics within school subjects. Results suggest that the promotion of non-formal and informal mathematical learning contexts was very small and occurred more by individual than institutional initiative. Recognition and/or valuation of both non-formal and informal learning in mathematics by the adults surveyed were not clear. Parents expressed a generally positive attitude towards mathematics, with prevalence of previous positive experiences and recognition of the intrinsic value of mathematics. Both teachers and parents structured their concept of school learning around two axes that opposed structural to enrichment subjects and scientific to humanistic subjects; within this representation, mathematics was defined as structural and scientific. An interesting representational duality also emerged between both groups: the apparent fusion, by teachers, between school and live contexts, whereas parents clearly distinguished them. The results obtained raise new issues regarding pre-service and in-service teacher training strategies, parental involvement in the learning process and school-family relationships within the context of non-formal and informal dimensions of the learning process.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/10890
Aparece nas colecções:R - Teses de Doutoramento / Doctoral Theses
FEP - Teses de Doutoramento / Doctoral Theses

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
MJPeres_Sucesso Escolar Comeca em Casa.pdf2,23 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.