Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/10476
Título: As desigualdades do amor
Autor: Álvares, Cláudia
Cardoso, Daniel
Palavras-chave: Revistas femininas
Relacionamentos
Feminilidade
Masculinidade
Feminismo liberal
Pós-feminismo
Women’s magazines
Relationships
Femininity
Masculinity
Liberal feminism
Post-feminism
Data: 2010
Editora: Bond
Citação: ÁLVARES, Cláudia; CARDOSO, Daniel – As desigualdades do amor. Comunicação & Cultura. Lisboa. ISSN 1646-4877. 9 (Primavera-Verão 2010) 89-107
Resumo: Este artigo pretende indagar das inclusões e exclusões patentes nos discursos sobre relacionamentos veiculados pelas revistas femininas portuguesas Cosmo, Activa e Máxima. Estes discursos, habitualmente centrando-se nos temas de amor e sexo, dirigem-se à «mulher» como se de uma «identidade» definida e concreta se tratasse. Partindo de uma análise de conteúdo comparativa, e recorrendo ao complemento da Análise Crítica do Discurso, procurar-se-á esclarecer quais os temas explicitados, por um lado, e quais os silenciados, por outro lado, no tocante ao processo de naturalização de determinados comportamentos e ideologias relativos aos relacionamentos. Procuraremos aqui também entender qual a influência do Feminismo Liberal e do Pós-Feminismo em publicações que pretendem dar voz às mulheres, inquirindo até que ponto a perspectiva heterocêntrica e patriarcal está ainda infundida nestes discursos. Por fim, os resultados serão contextualizados ao nível das transformações macro-sociais analisadas por Anthony Giddens, Ulrich Beck, Michel Foucault, Judith Butler, entre outros. Este artigo enquadra-se no âmbito do projecto de investigação «A Representação Discursiva da Mulher em Revistas Femininas e Masculinas Portuguesas» (PTDC/CCI/71865/2006).
This article seeks to explore the inclusions and exclusions patent in discourses on relationships articulated by Portuguese women’s lifestyle magazines Cosmo, Activa and Máxima. These discourses, which usually focus on themes such as love and sex, reveal an ‘essentialised’ conception of woman as if she were a concrete and predefined ‘identity’. Starting off with comparative content analysis and making recourse to Critical Discourse Analysis as a complementary methodology, we seek to explore which themes are made explicit on the one hand and which are silenced on the other hand regarding the naturalization process of certain behaviours and ideologies concerning relationships. We also attempt to understand the influence of liberal and post-feminisms in publications whose objective is to give women voice, inquiring as to what extent the heterocentric and patriarchal perspective still infuses such discourses. Lastly, empirical results will be contextualized within the macro-social transformations analysed by Anthony Giddens, Ulrich Beck, Michel Foucault, Judith Butler, amongst others. This paper was produced in the context of the research project ‘The Discursive Representation of Women in Men’s and Women’s Magazines Portuguese’ (PTDC/ CCI/71865/2006), funded by the Portuguese Foundation for Science and Knowledge.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/10476
ISSN: 1646-4877
Versão do Editor: http://comunicacaoecultura.com.pt/wp-content/uploads/05.-Cláudia-Álvares-Daniel-Cardoso.pdf
Aparece nas colecções:RCC - 009 - 2010 - Pós-género

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
05.-Cláudia-Álvares-Daniel-Cardoso.pdf139,43 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.