Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/10473
Título: “An affair of great importance”: Queen Christina of Sweden (1626-1689)
Autor: Nivre, Elizabeth
Palavras-chave: Queen Christina
Celebrity
Post-gender
Rainha Cristina
Celebridade
Pós-género
Data: 2010
Editora: Bond
Citação: NIVRE, Elizabeth – “An affair of great importance”: Queen Christina of Sweden (1626-1689). Comunicação & Cultura. Lisboa. ISSN 1646-4877. 9 (Primavera-Verão 2010) 43-58
Resumo: Queen Christina of Sweden (1626–1689) was one of the most prominent European women of her time and a controversial person. The interest among her contemporaries in what she did and said was immense. Subsequently, the print medium developed quickly and made way for new genres and distribution channels. The name of the Swedish queen appears in early modern newspapers and journals, historiographical accounts, biographical and panegyrical texts, as well as in pamphlets. Rumors and gossip travelled between courts and countries, and the queen was considered frivolous, immoral, and androgynous. The tension between a desire to determine the sex of the Swedish queen and an interest in the functionality of gender found in the figure of Christina has shaped the narration of her life ever since. The objective of this article will be to investigate whether a pre-modern queen fits into the fluidity of post-gender discussions.
A rainha Christina da Suécia (1626-1689) foi uma das mulheres europeias mais proeminentes do seu tempo e também uma personalidade controversa. O interesse dos seus contemporâneos relativamente ao que era feito e dito por ela foi imenso. Simultaneamente, o meio impresso desenvolveu-se rapidamente, abrindo caminho para novos géneros e canais de distribuição. O nome da rainha sueca surge nos primeiros jornais e almanaques modernos, em relatos historiográficos e textos biográficos e panagíricos, bem como em panfletos.Rumores e intrigas viajavam entre países e reinos, e a rainha era considerada frívola, imoral e andrógina. A tensão entre o desejo de determinar o sexo da rainha sueca e um interesse na funcionalidade do género presente na figura de Christina moldou a narrativa da sua vida. O objectivo deste artigo é o de discutir se uma rainha pré-moderna se enquadra na fluidez do debate sobre o pós-género.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/10473
ISSN: 1646-4877
Versão do Editor: http://comunicacaoecultura.com.pt/wp-content/uploads/02.-Elizabeth-Nivre.pdf
Aparece nas colecções:RCC - 009 - 2010 - Pós-género

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
02.-Elizabeth-Nivre.pdf125,91 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.