Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/10384
Título: Descobrir o tesouro
Autor: Carneiro, Roberto
Palavras-chave: Capital humano
Educação
Educação portuguesa
Inclusão
Formação
Novas oportunidades
Qualificação
Sentido da vida
Education
Human capital
Inclusion
Meaning of life
New opportunies
Portuguese education
Qualification
Training
Data: 2007
Editora: Quimera
Citação: CARNEIRO, Roberto – Descobrir o tesouro. Comunicação & Cultura. Lisboa. ISSN 1646-4877. 3 (Primavera-Verão 2007) 145-156
Resumo: Portugal padece há, pelo menos, 150 anos de um défice estrutural em matéria de educação e de qualificações. Esse desequilíbrio face aos demais parceiros europeus resulta de um desinvestimento sistemático no capital humano dos portugueses verificado até há cerca de 30 anos. O artigo começa por evidenciar a importância estratégica da opção de investir duradouramente na superação deste atraso e na reversão deste “ciclo longo” de atávica desqualificação da maioria da população, evidenciando como noutros países foi possível realizar a “revolução educativa”. Defende-se, de seguida, a evolução para um novo paradigma de educação como serviço – de proximidade – e o abandono de um modelo fabril – industrial – de formação. A iniciativa Novas Oportunidades representa também uma grande oportunidade para reorganizar a oferta inclusiva de educação-formação segundo padrões mais flexíveis e próximos das verdadeiras necessidades da procura. Por último, elabora-se sobre a missão da educação naquilo que ela encerra de redescoberta do imenso tesouro que habita o “interior” de Portugal e a alma de cada português. Afinal, a educação visa tornar as pessoas mais felizes e ajudá-las a descobrir o tesouro que reside na profundidade do sentido da vida.
For the past 150 years Portugal suffered from a structural deficit of education and qualifications. This imbalance vis-à-vis the rest of Europe is the consequence of a systematic underinvestment in human capital until 30 years ago. The article shows the strategic relevance of a sustainable investment in overcoming this educational gap and in the reversal of this “long cycle” of disqualification. Moreover, it refers to countries and systems where such an “educational revolution” was made possible. Hence, the case is made in favour of a new educational paradigm: education as a service – proximity – as opposed to the concept of a training factory – industry mode of operation. ‘New Opportunities’ – the government initiative under scrutiny – is also an excellent opportunity to reorganise an inclusive supply that works closer to the real needs of the demand for human advancement. The article closes offering a renewed mission for education, one that elicits the discovery of the immense treasure that dwells in the inner Portugal and in the Portuguese soul. Ultimately, education aims at making people happier and assisting them in discovering the treasure that inhabits deep in the meaning of life.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/10384
ISSN: 1646-4877
Versão do Editor: http://cc.bond.com.pt/wp-content/uploads/2010/07/03_08_Roberto_Carneiro.pdf
Aparece nas colecções:RCC - 003 - 2007 - Comunidade Mobilidade

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
03_08_Roberto_Carneiro.pdf127,3 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.