Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/10309
Título: Estudo longitudinal da velocidade de exposição radioactiva em doentes internados sob terapêutica com Iodo-131 = Longitudinal study of the velocity of radioactive exposure in hospitalized patients undergoing in therapy with Iodine-131
Autor: Pacheco, Catarina Alexandra Leitão e
Orientador: Costa, Durval Campos
Silva, Joana Vale Ferreira
Data de Defesa: 6-Jul-2012
Resumo: O presente estudo teve como objectivo determinar a influência de uma hiperhidratação (três litros de água por dia) em pacientes submetidos a terapêutica com iodo radioactivo (I-131), com doses de 100 mCi e 150 mCi, de modo a permitir uma redução no tempo de internamento. Assim, foram recolhidos os valores de velocidade de exposição ao nível da tiróide, ao nível da bexiga e ao nível dos membros inferiores, durante o tempo de internamento. Dividiu-se, de forma aleatória, os pacientes em dois grupos: um grupo de controlo – Grupo 1 – e um grupo em que os pacientes bebem, pelo menos, três litros de água por cada dia de internamento – Grupo 2. Realizou-se, também, um estudo da actividade e da velocidade de exposição do I-131 ao longo do tempo, de modo a permitir calcular o seu tempo de semi-vida. Os dados recolhidos, relativamente aos pacientes, foram tratados e analisados através da ferramenta estatística SPSS. Aquando esta análise, obteve-se um nível de significância de 0,060 e 0,930 para 100 mCi e 150 mCi, respectivamente, utilizando um grau de confiança de 10%. Estes valores mostram que, em condições de hiperhidratação, o tempo de internamento pode ser reduzido para pacientes submetidos a terapêutica com 100 mCi. No entanto, esta análise revelou que, para 150 mCi, a água ingerida não afecta o tempo de internamento. Mas realizando uma comparação das médias dos dois grupos é possível verificar que o tempo de semi-vida biológico do Grupo 2 é inferior, indicando que é possível a redução, ainda que significativa, do tempo de internamento.
The present study was aimed at determining the influence of a hyperhydration (three liters of water per day) in patients undergoing treatment with radioactive iodine (I-131) at doses of 100 mCi to 150 mCi, to allow a reduction in length of stay. Thus were obtained the values of speed of exposure to the thyroid, bladder, and the inferior member’s level during the time]} of hospitalization. Patients were divided randomly in two groups: one control group - Group 1 - and a group in which the patient drink at least three liters of water per day of hospitalization - Group 2. Was carried out, also, a study of the activity and rate of I-131 exposure over time, to allow calculate its half-life. The data collected in relation to patients, were treated and analyzed by SPSS statistical tool. During this analysis we obtained a significance level of 0,060 and 0,930 to 100 mCi and 150 mCi, respectively, using a confidence level of 10%. These values show that in terms of hyperhydration, the time of hospitalization may be reduced in patients undergoing therapy with 100 mCi. However, this analysis showed that for 150 mCi, water intake not affect the time of hospitalization. But performing a comparison of the two group’s average is possible to verify that the half-life of the Group 2 is less than Group 1, indicating that the reduction is possible, even significant, time of hospitalization.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/10309
Aparece nas colecções:R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
ESB - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese_Catarina_Alexandra_Leitão_Pacheco.pdf1,93 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.