Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/10306
Título: Linfadenite granulomatosa suína
Autor: Braga, Maria Helena Soares
Orientador: Teixeira, Paula
Silva, Joana
Data de Defesa: 3-Ago-2012
Resumo: Os resultados da inspecção sanitária (IS) de carne nos matadouros indicam que podem existir riscos devido a carne não segura obtida de carcaças de suínos durante o abate. Estes riscos são eliminados através de uma rigorosa inspecção veterinária dos animais antes do abate, assim como da carne e órgãos após o mesmo. A informação obtida durante a IS em matadouros é importante para o desenvolvimento de um sistema de melhoria da qualidade da carne de porco. As observações efectuadas ao longo do período de estágio final da licenciatura em Medicina Veterinária em que foram acompanhadas as tarefas de IS desempenhadas pelo médico veterinário oficial (MVO) permitiram concluir que, não obstante os recentes regulamentos comunitários e as políticas de segurança alimentar instituídas, existem ainda lacunas que podem impedir o pleno cumprimento do seu papel. Ainda ficou constatado que na legislação em vigor não existem parâmetros bem definidos para o MVO saber qual a decisão sanitária (DS) a tomar caso se depare com uma situação de linfadenite granulomatosa em suínos, o que contribui para o incremento da dificuldade em estabelecer esta mesma decisão, não por falta de conhecimentos acerca da fisiopatologia da doença, mas pela ausência de um documento legal que a descreva textualmente e garanta a segurança e o enquadramento das DS tomadas pelo MVO. A tuberculose (TB) continua a provocar perdas económicas significativas em suiniculturas em todo o mundo; os suínos são susceptíveis à infecção com complexo Mycobacterium avium (MAC), complexo M. tuberculosis, M. bovis e micobactérias condicionalmente patogénicas (CPM). O complexo Mycobacterium avium inclui um grupo heterogéneo de bacilos ubiquitários de crescimento lento divididos em duas espécies (M. avium e M intracellulare) que podem causar diversas doenças em animais e humanos. A elevada incidência de lesões granulomatosas associadas à presença de Rhodococcus equi pode ser considerada como uma causa de diagnóstico errado de infecções por M. avium subsp. avium em casos em que a IS é executada apenas com base na observação de alterações granulomatosas nos gânglios linfáticos (GL), pois esta bactéria é também associada a linfadenite granulomatosa, afectando GL da cabeça e pescoço de suínos; no matadouro, as lesões são facilmente confundidas com TB, sendo este organismo mais importante por esta razão do que pela causa de doença clínica manifestando sintomatologia. De acordo com a legislação da inspecção sanitária de carnes em matadouro, as carcaças de animais com TB generalizada devem ser consideradas impróprias para consumo humano; em caso de lesões granulomatosas localizadas, apenas as partes do corpo ou órgãos afectados e GL adjacentes são reprovados. Perante lesões compatíveis com linfadenite granulomatosa por R. equi, a DS a aplicar consiste apenas na remoção dos GL afectados. A autoridade veterinária nacional considera de forma errónea que as lesões de linfadenite granulomatosa suína se devem exclusivamente a bactérias do género Mycobacterium, sendo o Inspector Sanitário deste modo obrigado a agir de acordo com o estabelecido. Assim, o objectivo primordial deste estudo efectuado no âmbito do mestrado em Inovação Alimentar foi a tentativa de demonstração da possível presença de R. equi em GL submandibulares afectados por lesões granulomatosas, recolhidos aquando da IS em matadouros (Central e Linda Rosa), em detrimento de Mycobacterium spp. Tendo em conta os resultados obtidos, este estudo demonstrou que existe a probabilidade das lesões granulomatosas encontradas em GL submanduibulares de suínos poderem não ser devidas a Mycobacterium spp., mas sim a R. equi.
The results of meat inspection in slaughterhouses indicate that there might be risks due to unsafe meat from swine carcasses, but these hazards can be eliminated through a thorough veterinary inspection of the animals prior to the slaughter, as well as the examination of the meat and organs after. The information obtained during the meat inspection in slaughter houses is important to the development of a pork quality improvement system. My observations during the final internship of my graduation as a veterinary, in which I was able to accompany the meat inspector tasks, allowed me to conclude that there are a lot of gaps when it comes to community regulations and food safety policies. It was also noticed that there are no well established parameters when it comes to this pathology (swine granulomatosis lymphadenopathy) in the recent legislation and this further contributes to the rising difficulty in making a decision whether to approve or disapprove the meat, not for lack of knowledge about the physiopathology of the disease, but for the absence of a legal document describing the sanitary decision, guaranteeing the meat safety. Tuberculosis (TB) continues to cause significant economic losses for swine explorations around the world; pigs are susceptible to the infection with Mycobacterium avium complex (MAC), M. tuberculosis complex, M. bovis and conditionally pathogenic mycobacteriae. MAC includes an heterogeneous group of slow growing ubiquitous bacilli divided into two species (M. avium and M. intracellulare) that may origin disease in animals and human. The great incidence of granulomatous lesions associated with Rhodococcus equi could be considered a reason for misdiagnosis of M. avium subsp. avium in places where the meat inspection is based solely in the observation of granulomatous alterations of the lymph nodes, as this bacterium is also linked to swine granulomatosis lymphadenopathy in the head and neck. In slaughterhouses these type of lesions are easily confused with TB which makes R. equi an important microorganism for this particular motive, as it does not course with major clinical disease. According to the meat inspection legislation, the carcasses of animals with generalized TB should be rejected, but in case of localized granulomatosis lesions, only the affected body parts or organs as well as the adjacent lymph nodes should be considered improper. When it comes to granulomatosis lymphadenopathy caused by R. equi, the sanitary decision consists only in the removal of the affected lymph nodes. The national veterinary authority erroneously considers that the swine granulomatosis lymphadenopathy lesions are exclusively due to bacteria of the Mycobacterium gender, and the sanitary inspector is obligated to act on these terms. The main objective of this study was the attempt of demonstration of the possible presence of R. equi in submandibular lymph nodes affected by granulomatous lesions; these were collected during meat inspection in slaughterhouses (Central and Linda Rosa). Considering the study results, it was assumed that there is the probability that this type of lesions found in swine submandibular lymph nodes may be due to R. equi instead of Mycobacterium spp.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/10306
Aparece nas colecções:R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
ESB - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
tese mestrado.pdf1,4 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.