Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/10264
Título: As funções socioeducativas do diretor técnico : Lar de Infância e Juventude da Casa de Trabalho
Autor: Soares, José Manuel Bento
Orientador: Baptista, Isabel
Palavras-chave: Diretor Técnico
Lar de Infância e Juventude
Proteção e Promoção da Infância
Pedagogia Social
Technical Director
Childhood and Youth Home
Protection and Promotion of Childhood
Social Pedagogy
Data de Defesa: 3-Jun-2012
Resumo: Este relatório pretende dar conta do meu percurso de diretor técnico do lar de infância e juventude (LIJ) da Fundação Casa de Trabalho Dr. Oliveira Salazar – Patronato de Santo António, em Bragança. É um exercício de reflexão, teoricamente fundamentado, sobre a experiência enquanto agente socioeducativo responsável pela gestão do LIJ. A reflexão, sobre o percurso profissional, está intimamente ligada à missão da instituição: acolher crianças e jovens ao abrigo da lei de proteção. Esta função é exercida num quadro de profundas mudanças sociais, culturais e legais do sector da proteção e promoção da infância e juventude. Tentámos à luz do conhecimento produzido nas áreas das ciências sociais e da educação refletir as nossas práticas pedagógicas. A análise da prática profissional realiza-se com base nos projetos pedagógicos institucionais. Esta reflexão estrutura-se num contínuo temporal, desde 1998, ano em que assumi esta função e a atualidade, evidenciando a experiência enquanto profissional, sujeito e ator das mudanças operadas na Casa de Trabalho. Compete ao diretor técnico assegurar que cada criança encontra, no espaço do LIJ, um ambiente propício ao seu desenvolvimento. Esta função consiste na supervisão da aplicação, na prática, dos pressupostos essenciais para o desenvolvimento da criança em todos os momentos da sua permanência na instituição, no seu acolhimento, no seu acompanhamento, na criação de condições para o regresso à sua família e na sua desinstitucionalização. A compreensão dos conceitos de necessidades, o estudo da aplicabilidade das respostas e a avaliação das práticas são fundamentais para orientar os educadores na relação com a criança. O quotidiano é organizado tendo em atenção o que consideramos essencial para a criança e que nos define como uma instituição de acolhimento e educação. Neste acompanhamento deve estar, permanentemente, presente o conceito de individualidade: cada criança é um indivíduo inteiro e original, que transporta a sua história de vida: os seus traumas, as suas relações de afeto, as suas expectativas, anseios e medos. Esta perspetiva individual deve estar no centro de todas as nossas tarefas e relações educativas. Refletimos estas abordagens numa articulação entre vinculação, individualidade/identidade e acolhimento institucional no desenho do projeto de vida individual das crianças que nos são confiadas. O quadro teórico-prático, fornecido pela pedagogia social, quando subjacente às tarefas do cuidar e educar no espaço alargado do LIJ, permite perspetivar uma dinâmica em que cada indivíduo, crianças, pais e colaboradores são sujeitos e atores da mudança. Em suma, consideramos que incentivar uma cultura de integração e complementaridade de saberes, dos vários domínios das ciências sociais e da educação, possibilitará a expressão da originalidade e criatividade de cada projeto de vida individual.
This report intends to present my way of technical director of the Childhood and Youth Home of the Fundação Casa de Trabalho Dr. Oliveira Salazar – Patronato de Santo António , in Bragança.It is an exercise of reflection that is theoretically justified about the experience while socioeducational agent responsible for the CYH management. The reflection, about the professional way, is strictly connected with the mission of the institution: shelter children and young people according to the law of protection and promotion. This function is made in a table of deep social, cultural and legal changes of the sector of protection and promotion of childhood and youth. We try with the knowledge acquired in the areas of social and education sciences reflect our pedagogical practices. The analysis of the professional practice is based on the institutional pedagogical projects. This reflection has been structured since 1998, year when I started this function till the present, highlighting my professional experience, playing an important role in the changes operated in the Casa de Trabalho. One of the responsibilities of the technical director is to ensure that each child has a suitable environment for their development in CYH. This function consists of monitoring the application, in practice, of the child in every moment of their stay in the institution, shelter, helping in the creation of conditions to the return to their family and their desinstitutionalization. The understanding of concepts of necessities,the study of applicability of responses and the evaluation of practices are fundamental to guide the educators in the relationship with the child. The daily life is organized according to what we consider essential to the child and that defines us as an institution of shelter and education. Without forgetting the concept of individuality: each child is a whole and unique individual, who carries their story of life: their traumas, their relations of affection, their expectations, anxieties and fears. This individual perspective should be in the centre of all of our tasks and educational relationships. We reflected these approaches in an articulation among binding, individuality/identity and institutional shelter designing the project of individual life of the children who are entrusted to us. The theoretical and practical picture, provided by the social pedagogy, when underlying to the tasks of taking care and educate in the wider area of CYH, allows to expect a dynamic in which each individual, children, parents and collaborators play a role of change. In short, we consider that stimulate a culture of integration and complementary of knowledge of the several domains of social and education sciences will allow to the expression of originality and creativity of each project of the individual life.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/10264
Aparece nas colecções:R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
FEP - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Relatório reflexivo As funções socioeducativas do diretor técnico do LIJ da Casa de Trabalho.pdf809,86 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.