Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/10255
Título: Avaliação do nível de cuidados de saúde oral prestados pelos profissionais de saúde com doentes do Hospital Psiquiátrico de Viseu
Autor: Queirós, Ana Patrícia Boloto
Orientador: Leitão, Jorge
Palavras-chave: Higiene oral
Saúde oral
Doenças mentais
Distúrbios psicológicos
Oral hygiene
Oral health
Mental illness
Psychological disorders
Data de Defesa: 2012
Resumo: A doença mental corresponde a um distúrbio mental ou de comportamento Frequentemente as pessoas com doença mental são excluídas de atividades de promoção de saúde, e muitas vezes quando estas pessoas se encontram internadas descuidam a sua higiene oral, ou em alguns casos de incapacidade, os profissionais de saúde podem não assegurar este tipo de higiene. O desenvolvimento do tema situa-se no âmbito da avaliação do nível de cuidados de saúde oral prestados pelos profissionais de saúde aos doentes internados no Hospital Psiquiátrico de Viseu. De forma a responder aos objetivos definidos, aplicámos um questionário a 36 profissionais de saúde do Hospital Psiquiátrico de Viseu (Enfermeiros e Auxiliares de ação médica), no período compreendido entre os meses de Abril e Maio de 2012. Este foi constituído por 23 questões na sua maior parte de resposta fechada e algumas perguntas de resposta aberta. Concluímos que o nível de conhecimento dos profissionais envolvidos neste estudo era baixo em relação aos métodos de controlo de placa e aspetos a ter em consideração durante a observação da cavidade oral; que os profissionais de saúde admitem não ser da sua competência a higiene das próteses e desconhecem a forma como esta deve ser efetuada e desconhecem os medicamentos xerostomizantes como um factor de risco, bem como a associação desses medicamentos com surgimento de doenças orais.
Mental illness accounts for a mental or behavioral disorder often people with mental illness are excluded from health promotion activities, and often when these people are hospitalized neglect their oral hygiene, or in some cases of disability, the health professionals cannot guarantee this kind of hygiene. The development of the theme lies in assessing the level of oral health care provided by health professionals to patients admitted to the Psychiatric Hospital of Viseu. In order to meet the goals set, we applied a questionnaire to 36 health professionals from the Psychiatric Hospital of Viseu (nurses and medical auxiliaries) in the period between April and May 2012. This consisted of 23 issues mostly response closed and open answer a few questions. As a result of inferential statistical analysis confirmed the existence of statistically significant relationship between the age variable and all variables analyzed, while the variables gender and profession only had a statistically significant relationship with some of the variables. We conclude that the level of knowledge of the professionals involved in this study was low in relation to methods of plaque control and aspects to consider during the observation of the oral cavity; health professionals not admit the jurisdiction of the prosthesis hygiene and do not know how this should be done and they are unaware of medications that cause dry mouth as a risk factor, as well as the association of these drugs with the emergence of oral diseases.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/10255
Aparece nas colecções:R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
DCSV - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Monografia.pdf707,31 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.