Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/10248
Título: Comunicação com o doente critico - promoção para uma prática especializada
Autor: Santos, Filipa Duarte Antunes dos
Orientador: Gama, Georgiana Marques da
Palavras-chave: Enfermeiro especialista
relatório de estágio
doente em fim de vida
doente critico
família
comunicação
nurse specialist
probation report
patient end of life
critically ill
family
communication
Data de Defesa: Set-2012
Resumo: O processo de formação dos enfermeiros evoluiu grandemente desde a época de Florence Nightingale até à fase atual, de cunho científico que teve início com o ensino voltado para o desenvolvimento de processos assentes em princípios científicos. O desafio abraçado ao integrar a Especialidade de Enfermagem em Pessoa em Situação Critica foi a de integrando os princípios da formação base fosse capaz de desenvolver e aprimorar uma compreensão científica, técnica, humana e ética, intervindo no processo saúdedoença do ser humano, numa perspetiva crítico-transformadora voltada para o cuidar, decidir, educar, gerir e pesquisar, aspetos significativos nesta área de especialidade. Com a elaboração deste relatório pretende-se evidenciar o trabalho desenvolvido na Unidade Curricular Estágio (Unidade de Cuidados Paliativos, Serviço de Urgência e Unidade de Cuidados Intensivos). Em cada módulo construí um portefólio revelador do trabalho realizado, bem como das pesquisas e reflexões criticas, que permitiram o desenvolvimento do pensamento crítico reflexivo dos aspetos vivenciados na prática Na Unidade de Cuidados Paliativos identifiquei o papel do Enfermeiro Especialista em Pessoa em Situação Crítica na prestação de cuidados ao doente em fim de vida e sua família, desenvolvendo competências e habilidades de comunicação, de trabalho em equipa, no controlo sintomático através de medidas farmacológicas e não farmacológicas. Desenvolvi intervenções na área de especialização de modo a contribuir para a melhoria dos cuidados, nomeadamente através de: elaboração de um filme sobre comunicação, elaboração de um “Guia de Orientação para a Prestação de Cuidados ao Doente com Ferida Neoplásica” e do desenvolvimento e criação do conceito “box comunicante”. No Serviço de Urgência desenvolvi competências na assistência ao doente crítico na Sala de Reanimação, nomeadamente no atendimento ao indivíduo com Enfarte Agudo do Miocárdio, Acidente Vascular Cerebral e Paragem Cardio-respiratória. Contribuí para o repensar das práticas ao doente emergente e para algumas mudanças de comportamento da equipa, através da partilha de artigos científicos, da atualização das normas de Suporte Básico e Avançado de Vida e da criação do “Checklist de Enfermagem na PCR” e “Registo de Reanimação Cardio- Respiratória”. No âmbito da Triagem para além da prestação de cuidados naquele sector, desenvolvi um estudo sobre as “Competências de Comunicação Utilizadas pelos Enfermeiros na Entrevista de Triagem, cujos resultados permitiram a reflexão da equipa sobre a importância da comunicação no Serviço de Urgência e especificamente neste sector. Na Unidade de Cuidados Intensivos mobilizei os conhecimentos adquiridos durante as práticas anteriores no cuidado ao doente crítico e família focada na identificação precoce de focos de instabilidade e a interpretação de parâmetros de monitorização invasiva. No âmbito da família trabalhei a identificação das necessidades das famílias do doente crítico internado na Unidade de Cuidados Intensivos, através de um estudo exploratório, do qual resultou a criação de uma “Ckecklist de acolhimento ao familiar internado na Unidade de Cuidados Intensivos”. Detectei algumas necessidades formativas da equipa que colmatei com a elaboração da norma de “Cuidados aos olhos dos doentes internados na UCI/UCIP” e “Cuidados Pós-mortem na UCI/UCPI” que motivaram a reflexão sobre o cuidar e a dignificação da morte em Cuidados Intensivos.
The process of training nurses has greatly evolved since the time of Florence Nightingale to the current time, having the scientific mark begin with the teaching directed for the development of process based on scientific principles. The embraced challenge when integrating the medical-surgical specialty was to integrate the principles of basic training and be able to develop and improve a scientific, technical, human and ethical understanding, intervening in the process of health-disease of humans, in a critical and transformative perspective oriented to care, decide, educate, manage and search significant aspects of this specialty area. With the preparation of this report it is intended to highlight the work developed in the Course Training (Palliative Care Unit, Emergency Department and Intensive Care Unit). In each “block” it was developed a portfolio showing the work done, as well as research and critical thinking, which allowed the development of critical reflective thinking of the experienced aspects in practice. In Palliative Care Unit I was able to identify the role of the Medical-Surgical Specialist Nurse in providing patient care at the end of life and family, developing skills and communication skills, teamwork, and monitoring symptoms through pharmacological and nonpharmacological measures. Developed interventions in the specialization area to be able to contribute for the improvement of care, mainly through: developing a film about communication, development of an ”Orientation Guide for the Provision of Patient Care with Neoplastic Wound" and the development and creation of the concept "communicating box." In the ER I was able to develop skills in the care of critically ill patients and resuscitation room, particularly in meeting the individual with Acute Myocardial Infarction, Stroke and cardiac arrest. Contributed to the rethinking of practices for the emergent patient and to some behavior change in the team through sharing scientific articles, updating norms of Basic and Advanced life support, and creation of a “Nursing Checklist in the PCR" and "Registration of Cardio-Respiratory Resuscitation”. In the context of screening beyond the care in that area, I was able to develop a study on "Communication Skills Used by Nurses in Screening Interview”, which result allowed me to do a team reflection on the importance of communication in the ER and specifically in this area. In the Intensive Care Unit I was able to use the knowledge acquired during the previous practices in the care of critically ill patients and family focused on early identification of outbreaks of instability and interpretation of invasive monitoring parameters. As part of the family I worked to identify the needs of families of critically ill patients admitted to the Intensive Care Unit, through an exploratory study, from which resulted the creation of a "host Checklist to the family of the admitted patient to the Intensive Care Unit". I detected some training needs of the staff that I was able to help with the development of a norm to "care in the patients eyes admitted in the ICU/IPCU" and "Post-mortem Care in the ICU/IPCU" that promptly led to a reflection on the care and dignity of death in Intensive Care.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/10248
Aparece nas colecções:R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
ICS(L) - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
RELATORIO.pdf4,3 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.