Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.14/10114
Título: Atitude do idoso face à dependência no autocuidado para andar, após tratamento cirugico por fractura de extremidade proximal do fémur
Autor: Câmara, Patrícia Micaela Freitas
Orientador: Jesus, Élvio Henriques de
Data de Defesa: Set-2011
Resumo: No presente estudo propusemo-nos responder ao seguinte problema de investigação: “Qual a atitude do idoso face à dependência no autocuidado para andar, após tratamento cirúrgico por fractura da extremidade proximal do fémur?”, com o principal objectivo de descrever essa mesma atitude face à situação (dependência no autocuidado para andar). Neste contexto, estruturamos este trabalho, do tipo exploratório-descritivo, de nível I, em três fases distintas: conceptual, metodológica e empírica. Na fase conceptual realizamos o enquadramento do problema deste estudo e a fundamentação dos conceitos, no domínio da investigação científica, com o objectivo de nos fornecer referências para interpretação sustentada dos resultados. Na fase metodológica, foi definida a amostra, tendo por base o método de amostragem não probabilística acidental, composta por dez participantes: idosos com mais de 65 anos; conscientes; com capacidade de resposta verbal coerente; com fractura da extremidade proximal do fémur, submetidos a uma intervenção cirúrgica. Como técnica de recolha de dados, utilizamos a entrevista semi-estruturada, constituída por questões fechadas, através das quais foram caracterizados os participantes em estudo e por questões abertas e orientadoras, no sentido de descrever a atitude do idoso face à dependência no autocuidado para andar. As técnicas de análise de dados da variável em estudo utilizadas foram a análise de conteúdo e análise de asserção avaliativa, com base em Bardin (2008) e Vala (2009). A fase empírica, incluiu a apresentação da análise dos dados colhidos e a codificação da variável em estudo, nas categorias: cognitiva, afectiva e comportamento (Neto, 1998). Identificámos 200 unidades de enumeração, sendo 97 (48,5%) da categoria afectiva; 58 (29,0%) da categoria cognitiva e 45 (22,5%) da categoria comportamento. O resultado da codificação da variável em estudo, obtido pela análise de asserção avaliativa, foi de 0,95 pontos numa escala de favoritismo / desfavoritismo de sete pontos [-3 a +3], o que corresponde a uma atitude tendencialmente favorável e/ou positiva, num grau de intensidade de cerca de um ponto. Considerando a escassez de estudos, realizados por outros autores, directamente relacionados com esta problemática de investigação, concluímos que há uma necessidade de desenvolver mais pesquisas nesta área.Não obstante os resultados deste estudo, acreditamos que eles podem constituir uma melhoria da prestação de cuidados de enfermagem aos idosos e, assim, proporcionar-lhes melhor qualidade de vida.
In this study we proposed to answer the following research problem: "What is the attitude of the elderly who are dependent on self-care for walking after surgery for fracture of the proximal femur?" With the main aim of describing the attitude the in relation to situation (dependence on self-care for walking). In this context, we have structured this work, an exploratory-descriptive level I, in three distinct phases: conceptual, methodological and empirical. In the conceptual phase of the problem we conducted the problem of this study and the grounds of the concepts in the field of scientific research, with the goal to provide references for sustained interpretation of the results. In methodological phase, the sample was defined, based on the non-probability accidental sampling, composed by ten participants: people over 65 years old, conscious, capable of coherent verbal response; fracture of the proximal femur, underwent surgery for fracture of the proximal femur. As data collection technique, we used semi-structured interview, consisting of closed questions, which characterized the participants in the study and open and guided questions in order to describe the attitude of the elderly whoa are dependent on self-care for walking. The data analysis techniques of the variable under study were used content analysis and analysis of evaluative assertion, based on Bardin (2008) and Vala (2009). In the analysis of the collected data we present the coding of the variable under study, in the: cognitive, affective and behaviour categories (Neto, 1998). The empirical phase, included the presentation of the analysis of collected data and the coding of the variable under study, in the cognitive, affective and behaviour categories. We identified 200 units of enumeration, of which 97 (48.5%) were included in the affective category, 58 (29.0%) in the cognitive category and 45 (22.5%) in the category behaviour. The result of encoding the variable under study, obtained by evaluative assertion analysis, was 0.95 points on a scale of favouritism / no favouritism of seven points [-3 to +3]. This corresponds to an attitude which tends to be favorable and / or positive in a degree of intensity of about one point Considering that we didn’t find any research studies within this subject allowing the comparison of our results, we conclude that there is a need to develop more research in this area. Notwithstanding the results of this study, we believe that they may constitute an improvement to the delivery of nursing care for the elderly and thus provide them with better quality of life.
URI: http://hdl.handle.net/10400.14/10114
Aparece nas colecções:R - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations
ICS(P) - Dissertações de Mestrado / Master Dissertations

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação.pdf3,41 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.